Redes sociais: onde minha marca se encaixa?

Redes sociais: onde minha marca se encaixa?

Para as marcas, o uso das redes sociais para se comunicar com seus consumidores é fundamental para construir uma relação a longo prazo com base em autenticidade e conexão.

O público se sente mais próximo e mais confortável em compartilhar suas informações e experiências com e sobre uma empresa quando se conecta a ela através das redes. Isso faz com que eles também enxerguem os valores da marca.

Se as redes sociais já eram consideradas como um canal relevante de construção das marcas, com a pandemia elas se tornaram essenciais. Hoje, elas são vistas não mais somente como canal de comunicação digital, e sim como um canal de vendas (social selling), de reputação (social listening) e de interação com o SAC 2.0.

É possível observar que existe uma concentração maior de gerações específicas em cada uma delas. Confira abaixo as gerações e as redes sociais nas quais estão mais presentes:

Baby boomers

Composta por pessoas que possuem idade igual ou superior a 60 anos, essa geração representa 16% da população brasileira, segundo o IBGE. Por ser um público mais tradicional, acaba utilizando mais o Facebook tanto para comunicação como para o entretenimento, e, também, para obtenção de informações.

Geração X

Nascidos entre 1965 e 1980, essa geração é marcada por características como individualismo e dependência do trabalho, e utiliza o Facebook como forma de comunicação, por ser uma das primeiras redes sociais que aprenderam a utilizar. Pouco menos de dois terços desse grupo é ativo na plataforma, o que torna a rede social 54% mais popular que o YouTube. O LinkedIn também é uma rede importante para esse grupo, pois é muito ativo no mercado de trabalho.

Geração Y

Também conhecidos como Millennials, são os nascidos entre 1981 e 1996. Considerado um grupo nativo digital, tem a tecnologia integrada em sua rotina. Esta geração está inserida, principalmente, no Instagram e YouTube. Ainda, pelo fato dessa geração vivenciar o processo de construção da carreira profissional, é possível colocar o LinkedIn como uma das redes mais acessadas por ela.

Geração Z

Não é novidade para ninguém que a geração Z, composta por pessoas que nasceram entre 1996 e 2010, movimenta grande parte da audiência do TikTok. Mesmo assim, é notório que há um crescimento considerável dos millennials na plataforma. Além disso, a geração Z também marca presença no Instagram, principalmente através dos reels e stories.

Mas como saber onde minha marca se encaixa?

Antes de tudo, você precisa conhecer o seu público. O usuário das redes sociais pode ter diferentes comportamentos, por isso você precisa entender quais são os territórios de interesses e os hábitos dele.

Utilizar os dados de analytics que as próprias plataformas disponibilizam para entender o perfil demográfico do usuário e pensar em mecanismos de construção de relacionamento são algumas estratégias adotadas para identificar esse público. Além disso, também é válido observar empresas concorrentes que possuem o mesmo target que você para compreender de que forma elas se comunicam com seus consumidores.

Escolher as plataformas de mídia social mais adequadas para a sua marca requer pesquisa, compreensão e estratégia. O desafio é estar sempre atento e de olho no que acontece dentro das diferentes mídias sociais, para aproveitar as oportunidades que casem com seu produto/marca. Mas, mais importante do que isso, é não ser oportunista, e sim ter criatividade, autenticidade e senso de comunidade.